Tudo de bom em romance e aventura (reais)!!!


seg, 2 março, 2015

Alice sempre foi uma mulher de certezas: professora e pesquisadora bem-sucedida, não havia referência bibliográfica que não guardasse de cor.

Sempre acreditou que poderia estar no controle, mas nada é para sempre.

Perto dos cinqüenta anos, Alice Howland começa a esquecer: no início, coisas sem importância, até que ela se perde na volta para casa.

Estresse, provavelmente, talvez a menopausa; nada que um médico não dê jeito, mas não é o que acontece, ironicamente, a professora com a memória mais afiada de Harvard é diagnosticada com um caso precoce de mal de Alzheimer, uma doença degenerativa incurável.

Poucas certezas aguardam Alice.

Ela terá que se reinventar a cada dia, abrir mão do controle, aprender a se deixar cuidar e conviver com uma única certeza – a de que não será mais a mesma.

Enquanto tenta aprender a lidar com as dificuldades, Alice começa a enxergar a si própria, o marido, os filhos e o mundo de forma diferente.

Um sorriso, a voz, o toque, a calma que a presença de alguém transmite podem devolver uma lembrança mesmo que por instantes, e ainda que não saiba quem é.

Ao longo de uma década de serviço, incluindo diversas incursões ao Iraque e a outras zonas de combate durante o auge da chamada Guerra ao Terror, Chris Kyle, atirador de elite dos Seals, alcançou o recorde de mais de 150 mortes confirmadas pelo Pentágono.

No livro, ele fala abertamente dos sofrimentos da guerra, da morte brutal de alguns companheiros, da ação como atirador e da frieza e precisão que desenvolveu ao longo do serviço, lançando luz não só sobre a perturbadora realidade dos combatentes como também sobre a extrema dificuldade da readaptação dos que retornam ao lar.

Em 2013, Chris Kyle foi assassinado a tiros por um veterano da guerra do Iraque que sofria de estresse pós-traumático

Compartilhe:

Mulheres, suspense, aventura e romance… Tudo de bom: qui e na China!


seg, 2 março, 2015

Não há dúvida de que a imperatriz viúva Cixi (1835-1908) é a mulher mais importante da história chinesa: tendo governado o país por décadas, ela hoje é considerada a principal responsável por ter conduzido o império medieval à era moderna.

Aos dezesseis anos, numa seleção nacional para acompanhantes reais, Cixi foi escolhida para ser uma das concubinas do imperador.

Quando ele morre, em 1861, é o filho de cinco anos de ambos que assume o trono, mas a imperatriz organiza um golpe contra os regentes indicados pelo marido e passa a ser a verdadeira líder da China.

A biógrafa Jung Chang descreve com toda vivacidade a luta de Cixi contra os enormes obstáculos que precisaram ser derrubados para mudar o império chinês.

Ela foi a responsável por implantar os atributos de um Estado moderno, como a indústria, ferrovias, eletricidade e novos armamentos, e mesmo por avanços como a abolição de torturas milenares e o reconhecimento dos direitos das mulheres.

A autora desmonta, portanto, a visão tradicional de que a imperatriz viúva não passava de uma déspota sanguinária e conservadora, baseada em documentos fundamentais que só ficaram disponíveis recentemente, esta biografia veio para o entendimento sobre um período crucial da história da China e do mundo.

Narrado num ritmo rápido, é tanto um panorama do nascimento de uma nação moderna como o retrato íntimo de uma grande mulher.

Mais de cem mulheres brasileiras – do teatro e da música, da literatura e da TV, do cinema e da moda atuais – encontram-se reunidas neste livro, por obra e graça de Xico Sá.

A cada uma delas, o escritor e jornalista dedica um elogio sem pudor, uma declaração pública de amor eterno, uma crônica inédita de pura ‘devoção escancarada’.

As beldades desfilam sem parar entre as palavras apaixonadas e fogosas do cronista – Luiza Brunet, Camila Pitanga, Gisele Bündchen, Sabrina Sato, Isis Valverde, Marisa Monte, Thais Araújo, Fernanda Lima, Juliana Paes, Débora Falabella, Claudia Abreu, Lídia Brondi, Leandra Leal, Cleo Pires, Vera Fischer…

São amores pop que, escreve Xico Sá, ele divide com as massas: são as guias do erotismo e do afeto no país, são nossas artistas poderosas e nossos seres mitológicos, são a expressão das grandezas do Brasil e da brasilidade.

Negras, morenas, loiras, mulatas, altas, baixas, selvagens, ternas, gostosas, intelectuais, tímidas, loucas, clássicas, vanguardistas, jovens e eternas – são todas elas guardiãs de paraísos extraordinários.

Compartilhe:

Grandes autoras para mulheres maravilhosas!


seg, 2 março, 2015

Sophia Loren sempre encantou o mundo com sua beleza estonteante, seu charme incomparável e suas atuações marcantes, no entanto, pouco sabemos sobre a mulher por trás das câmeras.

Agora, ao completar oitenta anos de vida, Loren resolve contar sua história que, segundo ela própria, mais se assemelha a um conto de fadas.

Abordando desde a infância pobre na Nápoles em guerra até os tapetes vermelhos de Hollywood, Cannes e Berlim,  Ontem, hoje e amanhã é um livro revelador não apenas em relação à vida pessoal de Sophia Loren, mas também sobre a história do cinema e de outros grandes nomes da sétima arte com quem Loren dividiu os holofotes – Marcello Mastroianni, Vittorio De Sica, Peter Sellers, Charlie Chaplin e Audrey Hepburn, apenas para citar alguns.

Essa pequena casa de chá em Cabul atende homens e mulheres, expatriados, funcionários da ONU e mercenários; todos em busca de um momento de paz em uma região onde a tensão paira no ar e uma bomba pode explodir a qualquer momento, mas também se torna o cenário para o encontro dessas cinco mulheres que, mesmo tão diferentes entre si, compartilham segredos e tornam-se amigas com uma relação extraordinária.

A autora, Deborah Rodriguez sabe muito sobre o que escreve: ela fundou a Oasis Rescue, ong que ensina o oficio de cabeleireira às mulheres em regiões de desastres ou pós-conflitos!

Compartilhe:

Dia das Mulheres? Ótimos presentes:


seg, 2 março, 2015

Constelação de gênios é a biografia de um ano marcante na história mundial – 1922.

Em um cenário de ebulição cultural, Kevin Jackson consegue mapear os acontecimentos mais importantes e entrega ao leitor um diário intenso e apaixonante sobre o ano que é considerado por muitos o mais importante do modernismo.

A biografia de 1922 é uma jornada pelo dia a dia de atores, antropólogos, artistas, dançarinos, diretores de cinema, filósofos, políticos, escritores e cientistas cujas vidas e trabalhos colidiram nesses 12 meses, criando um frenesi de inovação que mudou radicalmente a face do mundo.

Sem a menor intenção de trazer receitas ou respostas milagrosas, A moda imita a vida tem o objetivo de gerar insights sobre caminhos de construção e manutenção de uma marca de moda, por meio do seu autoconhecimento.

A partir de entrevistas com alguns dos principais profissionais do mercado e criadores de grandes marcas, como Oskar Metsavaht, Ronaldo Fraga, Isabela Capeto, Kátia Barros e Marcello Bastos, o livro aborda as principais questões de uma marca na construção da sua identidade, imagem e posicionamento.

Compartilhe:

Constelações familiares e organizacionais: a energia entre gerações!


sex, 27 fevereiro, 2015

Em Constelações Familiares, Hellinger lança luz sobre a técnica de que se vale para tornar visível a dinâmica normalmente oculta dos sistemas de relacionamento familiar.

Hellinger também fala franca e livremente sobre suas observações acerca das forças que atuam nos sistemas familiares e das controvérsias que cercam algumas delas.

Nesta entrevista, Gabriele ten Hövel traz às suas conversas com Bert Hellinger o ceticismo da jornalista que faz perguntas duras, que vão de encontro a respostas igualmente duras e, com o desenrolar desse diálogo, começa a ser revelado o formidável poder da abordagem do autor aos problemas que afligem as famílias.

Nascida da mais humilde atitude terapêutica, a da observação respeitosa, essa abordagem entra em contato com os níveis mais profundos dos vínculos familiares e da sua dissolução.

Já em Constelações Organizacionais, os autores trazem uma nova forma aconselhamento organizacional e empresarial.

É assim que passam o método sistêmico fenomenológico de Bert Hellinger para o âmbito do aconselhamento empresarial e organizacional.

Imperdível, impressionante!

Compartilhe:

Faltou o que ler? A Livraria da Silvia está aberta normalmente – hoje, segunda-feira!


seg, 16 fevereiro, 2015

Feriado, chuvinha e… acabei meu livro!!!

Ah, rá! Já para a Livraria da Silvia!

Rua Belo Horizonte, 900 – esquina de Pio XII – lj 19:

Compartilhe:

Troca-Livros na Livraria da Silvia!


sáb, 14 fevereiro, 2015

Sábado, dia 28 de fevereiro, 16-18hs, você pode trazer os livros que já leu e fazer uma troca – bacana – por outros livros com vários leitores amigos e clientes da Livraria da Silvia.

Não dá para trocar pelos livros novos da Livraria, mas garanto que você vai encontrar muita coisa boa disponibilizada!!!

O primeiro Troca-Livros foi um sucesso e, certamente, este será ainda melhor!

Ah, A Silvia da Livraria pede que cada um separe, pense, lembre-se de uma frase ou parágrafo de algum livro que já tenha lido para contar para os amigos…

Assim fazemos também uma bela troca de conhecimentos de textos que sejam nossos queridos, que tal?

Compartilhe:

Animais são sempre boas surpresas!!!


sáb, 14 fevereiro, 2015

De fora, parece simples – um cachorro dá um salto, mergulha e então volta à superfície molhado e triunfante, com uma bola na boca.

Debaixo d’água, porém, o que vemos é um caótico balé de dentes e bolhas, patas se movendo, pelos e orelhas levados pela corrente.

De uma Labrador mergulhando a um Dachshund submerso, cada cachorro mostra uma personalidade diferente – alguns nadam despreocupadamente, enquanto outros arqueiam os corpos com o foco e a determinação de um tubarão.

Em mais de oitenta fotos, Seth Casteel, premiado fotógrafo de bichinhos de estimação e ativista em defesa dos direitos dos animais, mostra um novo lado de nossos velhos amigos com vibrantes fotografias subaquáticas.

Cada imagem explode em alegria e vivacidade, uma marcante lembrança de que mesmo no mais amável e domesticado cãozinho há uma força primitiva.

Aqui estão historias de espécies de animais muito diferentes que não querem se separar de jeito nenhum.

De animais que fariam qualquer coisa para proteger aquele que eles amam e de animais que oferecem o amor inabalável de um pai ou mãe a um filho de sangue.

Escritas por Jennifer S. Holland, e documentadas com encantadoras fotos coloridas, estas belas historias provam que o amor não conhece fronteiras.
Você vai conhecer a historia da dálmata que cuida de um carneiro órfão recém-nascido um carneiro que por acaso tem as mesmas pintas da mãe adotiva!

A dedicação de Chendra, uma elefanta resgatada da Indonésia, que cumprimenta os seus amados bodes e leões-marinhos, entre outros animais, em cada passeio que da no zoológico de Oregon. Ou a historia da raposa e do cão de caca um verdadeiro conto de fadas da vida real que são tão afetuosos quanto irmãos de sangue.

Compartilhe:

Para o melhor de cada um de nós!


sex, 13 fevereiro, 2015

Banhos, Rituais e Dicas tem o intuito de apresentar dicas para que as pessoas limpem seus campos vibratórios e para que equilibrem suas auras e chakras.

Pretende fazer com quem eliminem as energias negativas e se equilibrem através dos rituais.

Quem não quer?

Bruxas de Verdade de Ana Elizabeth Cavalcanti da Costa, orienta o leitor a trabalhar com sua auto-estima e a acionar os elementos da natureza para que se alcance equilíbrio, paz e prosperidade.

As magias das cores, das plantas, das ervas, dos cristais, dos astros, etc, são reveladas e algumas formas de ativá-las em receitas de alimentos, rituais, banhos, defumações, amuletos, talismãs, simpatias são ensinadas.

Para nos fazer melhores e mais fortes!

Compartilhe:

Com OSHO, por um mundo melhor!!!


sex, 13 fevereiro, 2015

O autor se propõe a abordar questões sobre poder, corrupção, política, rebeldia e vontade de mudanças.

Ao refutar a ideia convencional de que ‘o poder corrompe’, ele propõe, ao contrário, que aqueles que buscam o poder já são corrompidos:  assim que atingem seu objetivo, a corrupção, que já estava dentro deles como uma semente, só ganha espaço para brotar.

Osho também faz uma análise de onde vem a vontade de poder e como ela se expressa não apenas nas instituições políticas, mas também em todos os relacionamentos diários.

Compartilhe: